quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Bang.

"Olhe meu olhos. Um é falso, o perdi em um acidente. Eu vejo o passado num um olho e o presente no outro. Então, acreditei que pudesse ver apenas retalhos da realidade, nunca o todo. Me sentia como se estivesse assistindo a um sonho, do qual nunca poderia acordar. Antes que me desse conta, o sonho já havia terminado."

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Consideração

Por pura consideração àqueles
que tem por mim algum afeto
preteri algumas formas mais cabais
e imediatas de suicídio.

Preferi as medidas de longo prazo.

Faço coisas simples:
Como mal
Durmo pouco
Fumo muito
Não vou ao médico
Não procuro trabalho
E, mais importante,
Me mantenho longe de você.

-

ceci n'est pas un poème
ceci est un poème,
seulement un poème.

domingo, 2 de maio de 2010

Conflito de geração

Nós até tentamos, mas não conseguimos. Não nos adaptamos, não nos encaixamos. Eu, mais que qualquer um aqui, tentei. Não consegui. Não nos enturmamos. Não compramos as cores certas, na hora certa. Não temos tantas belas fotos. Não aparecemos nas festas muito loucas. Eu até apareci. Mas não deu certo. Fazemos tudo numa outra velocidade. Vocês fazem tudo numa outra velocidade. Eu sou a criatura presa no meio termo, o muro do qual não desço uma verdadeira Muralha da China. Essa virada de milênio não devia ser o futuro? Pois é, me neguei um futuro brilhante, não me agarrei ao passado com força o bastante. Então agora me corrijo. Vocês têm as velhas ferramentas. Vocês têm os novos caminhos. Vocês têm o cheiro de couro e mofo. Vocês fedem a plástico. Eu tenho o meio.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Quer saber?

TÁ FALTANDO É CORAGEM!

domingo, 21 de março de 2010

Biografia #2




Sei lá, essa notícia me fez perder o apetite completamente, sair da mesa e ir pro quarto ler minhas Chiclete com Banana velhas.