domingo, 10 de julho de 2011

Várzea

Meu passe de armas àqueles que não conhecem o Diabo;

Que ferva o sangue de todo inocente, que do chão quente é que brotam os dragoeiros.